Marco das Três Fronteiras

Foz do Iguaçu

O Complexo Turístico Marco das Três Fronteiras está localizado na foz dos Rios Iguaçu e Paraná, esse fenômeno natural que dá origem ao nome da cidade. O Rio Iguaçu faz a divisão entre Brasil e Argentina e o Rio Paraná faz a divisão entre Brasil e Paraguai, do local é possível visualizar os três países.

Diante desta geografica única no planeta, que é o Marco das Três Fronteiras, onde dois rios e três países se unen, os visitantes tem agora um marco revitalizado, além de novas e envolventes atrações turísticas. É um espaço para celebrar a união dos três países, com sua mistura de culturas e as suas belezas naturais, resgatando sua história fortemente relacionadas as Missões Jesuíticas. 

O atrativo passa a contar com uma vila cenográfica em homenagem às missões jesuíticas, um restaurante, show de luzes e águas em torno do obelisco que marca a fronteira do Brasil e até um parque infantil. À parte, o inesquecível espetáculo da natureza: o pôr do sol sobre o encontro das águas dos rios Iguaçu e Paraná. 

A estrutura agrega mais valor cultural ao destino turístico - um marco geográfico único no país que mereceu um projeto arrojado e envolvente. Por isso, o grupo Cataratas se esforçou para valorizar mais ainda esta localidade. A nova atração turística é resultado de muita pesquisa, envolvimento de talentos profissionais, empresas, com suas áreas de conhecimento em engenharias, arquitetura, cultura, tecnologia, turismo e meio ambiente. Juntos estão constituindo um complexo turístico pioneiro e sem precedentes no Brasil.

Marco das Três Fronteiras 2 

Homenagem às Missões Jesuíticas 

A arquitetura de todo o espaço chama a atenção. O objetivo foi reproduzir as reduções, povoados indígenas organizados pelos padres jesuítas no continente americano, durante os séculos 17 e 18. Foz do Iguaçu está num raio de 300 km das 30 reduções jesuíticas identificadas no Cone Sul. Para contar um pouco desta história, foi também montado um cinema, onde passa um documentário sobre essa experiência, que resultou num surpreendente sistema social.

O espaço do Marco das Três Fronteiras traz ainda, em tamanho natural, a reprodução de alguns dos principais personagens do filme britânico “A Missão”, de 1986, que mostrou como se formaram as reduções jesuíticas, como viviam os índios – que não eram escravos, como nas propriedades agrícolas da época – e como foram progressivamente destruídas. O filme teve como cenário a região de fronteira, com destaque para as majestosas Cataratas do Iguaçu.

As Cataratas também são destaque também em outro local que procura valorizar a história da região: o Memorial Cabeza de Vaca, que homenageia o primeiro europeu a visitar as Cataratas do Iguaçu. O desbravador espanhol Alvar Núñez Cabeza de Vaca passou pelas Cataratas em 1542, quando procedia do Litoral rumo a Assunção, no Paraguai. 

Marco das Três Fronteiras 3

 

Mais beleza

O obelisco construído pelo Brasil em 1903 (há outros semelhantes no lado argentino e no lado paraguaio da fronteira) foi valorizado com show de águas e luzes. O obelisco fica na Praça das Três Fronteiras, onde está também o Restaurante Cabeza de Vaca, outra homenagem ao desbravador espanhol. Ali, num espaço de mais de 500 metros quadrados, integrado à paisagem local e à natureza, o visitante poderá desfrutar o melhor da gastronomia regional.

Os obeliscos

Um dos principais símbolos da região de Foz do Iguaçu, o Marco das Três das Fronteiras é um obelisco erguido para celebrar a paz entre os povos da tríplice fronteira, estabelecendo o limite territorial  e a soberania do Brasil com a Argentina e o Paraguai.  

Cada país possui seu próprio monumento. Eles se diferenciam pelas cores nacionais. O marco brasileiro, construído em pedra e cimento, foi inaugurado junto com o marco argentino, por uma comissão estratégica dos dois países: a brasileira, sob o comando do general Dionísio Cerqueira; e a da Argentina, do general Garmêndia. O marco paraguaio foi erguido algumas décadas mais tarde.

Marco das Três Fronteiras 4

 

Atendimento e programação cultural: 

O Marco das Três Fronteiras, devido ao horário de inverno, terá seu horário de atendimento alterado, com abertura a partir das 14:00 hrs. Com isso, a programação cultural também terá alterações sendo o novo horário:

19h45 min: Minueto - é uma dança de corte datada entre os anos 1700 a 1800, representado aristocracia europeia no período da colonização;

20h00 min: Show Brasil - é na realidade um flashmob, onde os bailarinos vestidos iguais aos funcionários ficam espalhados no meio do público. De repente uma música de batucada carnavalesca começa a tocar e os bailarinos começam a dançar; duração de aprox. 5 min; 

20h30 min: Danças em homenagem aos países vizinhos - Dança paraguaia com a música "Lago de Yparacai" terminando com a polca. Durante a música, os bailarinos vestidos a caráter mostram objetos da cultura paraguaia (bastidor, sombreiro, cântaro); duração aproximada de 5 min. Dança tango representando uma das culturas mais representadas da Argentina, ao som da música "La Compasita" duração aprox 5 min; Em seguida show da Lenda das Cataratas - Romance contanto a lenda de Naipi e Tarobá. 

Para saber mais sobre o atrativo, você pode entrar em contato pelo chat ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Esse passeio pode estrar incluso em um dos nossos pacotes!

Passeios que você vai adorar